sexta-feira, 14 de outubro de 2011

uma firmeza no passo


12 comentários:

Remus disse...

Uma dança de sombras, onde a textura do chão ganha uma nova dimensão.
Estás de parabéns.

João Mourão disse...

Completamente surrealista. Obrigado por postares esta foto. Está magnífica. A silhueta e a sombra do pé à direita estão fenomenais.

Rute disse...

É um momento de invulgar qualidade ...confesso que tenho dificuldade em comentá-lo...por isso... .... .... ....Extraordinária foto..........

1 beijo:)

Michèle Dassy disse...

I love that picture. It is as if it was telling a short story, the one of a detective who is following someone.

the dear Zé disse...

uma história fantástica desenhada no chão...

http://www.youtube.com/watch?v=mCUW4SwmfGc&feature=related

grande foto!
(tomei a liberdade de a experimentar a p&b e, confesso, gostei ainda mais)

bêjo pnada sombrio

VanessaSofia disse...

espectacular :)

Anónimo disse...

Maigret au Portugal? Et pourquoi pas?
;-)
Carol

IRIS disse...

Zé, não experimentei antes, só depois de ti, e talvez a p&b a história se "reduza" mais a uma determinada essência. às vezes tenho dificuldade em fazer o zoom out do momento da tomada da imagem e acho que foi o que aconteceu neste caso, a hora era dourada e vai daí...
vou deixar ficar assim por fidelidade à postagem, mas obrigada pela ideia, cá fica.

e mais uma vez, muitas graças pelas vossas inspiradoras e calorosas palavras, coladinhas às ideias, e mais pela firmeza da vossa presença. aproveito para vos dizer que vos tenho comentado pouco, por falta de tempo e alguma desorganização (precisam-se esforços para melhorar a competência :-)), mas acompanho-vos assiduamente com imensos prazeres.

obrigada e merci beaucoup, Michèle, bêijos e bisous

Helder Ferreira disse...

Gosto desses passos firmes e com convicção! :)

IRIS disse...

Hélder, finalmente...! sê muito bem regressado ao lado de cá ;-). obrigada

Anónimo disse...

Linda representação da tomada do mundo! Se de facto conseguissemos tomar o mundo, ele seria um lugar mais belo e feliz (?)
Quando alguém diz que vive todos os dias como se fosse o último, está a enganar-se a si próprio e aos outros. É bonito. Mas ninguém consegue viver dessa forma. Seria uma canseira e uma nervoseira constantes. É uma frase que fica bem dizer, nada mais. Nos últimos dias ouvi-a várias vezes.
The-Drum - Euthanasia
http://www.youtube.com/watch?v=FL0-FL18BKk&feature=share
beijinho
Maria

IRIS disse...

Maria, sendo a toma uma coisa de reciprocidade, não é nada fácil. mas quando acontece, de quando em vez... ;-)
toma lá um bejinho