domingo, 5 de junho de 2011

flor-i-cultura nacional



5 comentários:

Anónimo disse...

"Hoje abri novamente a janela onde sempre me debruço e escrevi: aqui está a imobilidade aquática do meu país, o oceânico abismo com cheiro a cidades por sonhar. Invade-me a vontade de permanecer aqui, para sempre, à janela, ou partir com as marés e jamais voltar..." (Al Berto)
O teu olhar é o que melhor se aproxima deste excerto do Al Berto que tanto gosto.
De facto, o que brotará do chiqueiro?
Beijinho algo amargurado hoje querida Iris
Maria
Fu Manchu - Start the Machine - It's All the Same https://www.youtube.com/watch?v=4lVs_fdqxi8&feature=related

Helder Ferreira disse...

Um verde que floresce no deserto.

Ángel disse...

Florecer ideas y pensamientos renovadores, de entre lo viejo y caduco ...
Un grito de esperanza.
Un abrazo

the dear Zé disse...

ai ai

Remus disse...

Fartei-me de rir com o título e com a própria fotografia.

Sem dúvida que este foi um achado muito original.
:-) :-)