quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

queria ser da tua pele

10 comentários:

Pedro Alves disse...

Ou como uma coisa tão simples pode dar uma fotografia tão interessante.
Bom olho!

Anónimo disse...

Tão inspiradora, esses teus sentidos são extraordinários.
Vincent Gallo & PJ Harvey
http://www.youtube.com/watch?v=CPxBhqsJVug&feature=share
beijinho

ruimnm disse...

hipnotizante enigma.

mfc disse...

Não sei como a tiraste... mas sei que ficou uma beleza!

Remus disse...

Não sei o que é... ou melhor, parece-me uma japonesa, mas não tenho a certeza.
Um efeito desconcertante e cativante, tanto por causa das cores como pela textura.
Parabéns.

Rute disse...

" queria ser da tua pele o pó " ...os poros, o suor e as mãos
queria ser da tua boca os lábios, os dentes e o sorriso que pede o meu abraço...

Apeteceu-me continuar as tuas palavras...sorry

A fotografia é enigmática e bela e apetece-me mergulhar nela na esperança de lhe desvendar o mistério...

1 beijinho, Iris

the dear Zé disse...

ainda mora nesta pele - tenho a renda em dia, acho eu, por isso o contrato ainda deve ser válido, acho eu - mas há dias em que os ossos ganham terreno e invadem tudo deixando um rasto de baba que se transforma em pó, em flores de pó sobre a pele, em flores de pele que tracejam caminhos no chão, é só cortar pelo picotado que tudo se revela, como uma fila de frases à toa sem sentido...

http://www.youtube.com/watch?v=QzRlfsVe0xw

http://www.youtube.com/watch?v=CMThz7eQ6K0

http://www.youtube.com/watch?v=4w-hqcP52-E

(hoje abusei eu)

bêjo na pele

João Mourão disse...

Não hajam dúvidas que o pó é essencialmente toda a matéria. Tudo é pó, tudo em pó se irá transformar.

lifeontheviewfinder disse...

Impecável. That's it.

http://www.youtube.com/watch?v=aZfNORx5HIA

the dear Zé disse...

era "ainda moro" mas as gralhas pousam em todo o lado sem aviso nem autorização...